HOMENAGEADOS

Almir Guineto


Almir de Souza Serra, o nosso Almir Guineto foi um sambista e compositor, fundador do Fundo de Quintal, um dos maiores representantes do samba de raiz.

Almir inovou o samba ao introduzir o banjo adaptado com um braço de cavaquinho, afinando o instrumento à moda das últimas cordas do violão e palhetando-as conforme o suingue do repique de mão e do tantã.

O seu legado está perpetuado na boca do povo: “Caxambu", "Conselho", "Jibóia", "Lama nas Ruas" , "Mel na Boca" e "Coisinha do Pai".

Julho/1946 - Maio/2017


Áurea Martins


Áurea Martins, um dos segredos mais bem guardados da MPB.

A crooner, a cantora da noite e a cantora se fundem numa única mulher simples, militante contra discriminações sociais e culturais. Uma artista surpreendente que, segundo Lúcia Neves, autora da sua biografia, tem a sua “invisibilidade visível” decifrada a partir do seu dia a dia.

Áurea começou no rádio, como outras divas da nossa música. Na rádio Nacional, Áldima Pereira dos Santos virou Áurea Martins, por inspiração de Paulo Gracindo e Mário Lago.

Cantora elegante, de timbre rouco e muita afinação é intérprete de excelência do jazz e do samba canção.


Monarco


Hildemar Diniz, o Monarco da Portela é um dos compositores mais respeitados, Monarco é o elo entre os compositores da primeira geração fundadora da Portela e os sambistas contemporâneos, líder da velha guarda mais popular do Brasil.

As músicas desse mestre já foram gravadas por todos os grandes intérpretes do samba. Através dos discos que lançou, Monarco levou os tradicionais sambas de terreiro ou de raiz, como ele costuma denominar, para a Europa, Japão e Estados Unidos.

Por compor músicas com melodias apuradas e letras de qualidade, Monarco figura entre os maiores sambistas da história. O respeito por este ilustre Senhor do Samba é incontestável!


Tia Maria do Jongo


Maria de Lourdes Mendes, a Tia Maria do Jongo...

Aos 97 anos, Tia Maria é a jongueira mais antiga da cidade do Rio de Janeiro. O Império Serrano nasceu na casa dela, em 1947, na Serrinha, comunidade localizada em Madureira.

Cantora, dançarina e figurinista, na década de 60 passou a integrar os shows do Jongo da Serrinha a convite do falecido Mestre Darcy do Jongo, seu grande amigo.

Tia Maria é fundadora, presidente e professora (Mestre Griot) da ONG Escola de Jongo, pelo saber e importância que tem para a cultura carioca.


Rubem Confete


Rubem dos Santos, é Rubem Confete

Compositor, jornalista, roteirista, teatrólogo, radialista, gráfico, cantor, ativista e estudioso das questões afro-brasileiras Rubem Confete é um carioca até não poder mais...

Sambista que respira o samba, Confete foi passista da Mangueira e viu o nascimento do Império Serrano. Conviveu com bambas como Natal da Portela e Mestre Fuleiro.

Como jornalista atuou na Tribuna da Imprensa, no Pasquim e Lampião. Também foi comentarista de carnaval na TV Globo, TVE e Rede Manchete, além de radialista nas rádios Roquete Pinto e Nacional.